Apesar de sua importância para a história do Rio Grande do Sul e para a constituição da identidade do país, as Missões Jesuíticas dos Guarani e os episódios que ali se deram seguem ainda desconhecidos da enorme maioria do povo brasileiro. O Museu das Missões, em São Miguel, vem jogar novas luzes sobre tema tão inquietante e ainda atual.

 

Mas conceber um Museu das Missões ao lado das imponentes ruínas da grande igreja do século XVIII e do revolucionário Museu projetado por Lucio Costa em 1937 se justifica também por um outro motivo: a necessidade de oferecer ao visitante uma abordagem conceitual, museológica e museográfica da questão missioneira atualizada para os dias de hoje.

 

Isso implica em projetar e construir um espaço arquitetônico e espaços expositivos que incorporem as novas técnicas de conservação e acessibilidade utilizando as linguagens do nosso tempo, com soluções inovadoras.  E implica também em problematizar a experiência missioneira - seus personagens, sua história e seus desdobramentos na região e no continente-, introduzindo perspectivas diversas daquelas cristalizadas no imaginário nacional, que simplificaram demasiadamente as complexas relações que ali se estabeleceram. No Museu das Missões, também a perspectiva dos Guarani ganha protagonismo.

 

O Museu reúne uma combinação de diferentes recursos expográficos estrategicamente articulados: peças arqueológicas, mapas, documentos originais e fac-símiles, iconografia variada, filmes, estações multimídia, objetos de uso cotidiano, obras de arte antigas e contemporâneas, música e partituras, maquetes com projeções, etc.

Equipe

Curadoria: Isa Grinspum Ferraz

Curador assistente: Marcelo Macca

Museologia: Cecília de Lourdes Fernandes Machado
Antropologia e linguística: Bartomeu Meliá
Antropologia: Daniel Pierri
Arqueologia: Arno Kern
Etno-história: Jean Baptista
Literatura: Aldyr Garcia Schlee
Música: Leonardo Waissman
Arte barroca: Flavio Gil
Pesquisa: Marcos Grinspum Ferraz

Tecnologia expositiva: Peter Lindquist e Nicola Bernardo - KJPL

Design gráfico: Francisco Homem de Melo - Homem de Melo & Tróia Design

Iluminação cênica: Guilherme Bonfanti

Consultoria para maquetes: Ricardo Mendes

Consultoria para criação audiovisual: Ariel Ortega, Cao Guimarães, Marcelo Gomes, Leandro Lima, Tatiana Toffoli e Vincent Carelli

 

Consultorias pontuais

Antropologia: Manuela Carneiro da Cunha

Antropologia: Georg Grünberg

Produção audiovisual: Vincent Carelli

Criação de interfaces digitais e aplicativos: 32 bits

Arquitetura e expografia: Brasil Arquitetura

Autores: Francisco Fanucci e Marcelo Ferraz

 

Iphan

Ibram

Ministério da Cultura

Museu das Missões (2014-)