“Não cabe reiterar na nova universidade os modelos de universidade que temos, mas partir para a experimentação, visando a criar um modelo novo.”

- Darcy Ribeiro

 

O projeto da Escola Normal Superior de Educação a Distância foi concebido por Darcy Ribeiro em 1996, a partir da aprovação da nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Foi a oportunidade de desenhar um novo paradigma de formação docente, com logística de amplo espectro, em um curso a distância em nível superior que utilizaria, de forma articulada, televisão, textos, recursos de informática, monitoria e prática supervisionada, em uma rede de centros de estudos presenciais espalhados pelo país.

Baseava-se nas ideias que Darcy Ribeiro defendia desde os anos 50, ao lado de Anísio Teixeira, de que era necessário formular e implantar um novo padrão de escola para a formação de professores para o ensino fundamental, em nível superior, fundamentado em um humanismo científico que pudesse recolocar a educação no patamar de uma arte.

Esperava-se formar professores a partir do desenvolvimento de competências e da autonomia dos alunos, para que pudessem dominar o saber constituído e produzir conhecimentos em uma das áreas mais estratégicas para o desenvolvimento social e cultural autônomo do país.

O projeto, detalhadamente desenvolvido pela Fundação Darcy Ribeiro em convênio com o MEC, nunca foi implantado.

Equipe

Coordenação geral: Isa Grinspum Ferraz, Tatiana Memória

Coordenação pedagógica e curricular: Sonia Maria Barreira, Maria Ester Soub, Regina Scarpa, Lino de Macedo, Guiomar Namo de Mello

Professores: Regina Scarpa (alfabetização), Heloisa Cerri Ramos (língua portuguesa), Vinicio de Macedo Santos (matemática), Vinicius Signorelli (ciências), Oldimar Pontes Cardoso (conheciemntos histórico-geográficos)

Coordenação de projeto de implantação: Laurinda de Miranda Barbosa

Coordenação de projeto de avaliação: Maria Mitsuko Okuda

 

Fundação Darcy Ribeiro

Ministério da Educação

Escola Normal Superior de Educação a Distância (1998)